Video Games
534 views 0 comments

Como faço minhas análises? – Gravehard

by on 2 de janeiro de 2016
 

Para os curiosos que querem saber quais critérios, eu Gravehard, uso para fazer minhas analises, ai está mais ou menos o meu método.

Galera minhas avaliações são feitas de modo bem pessoal, dou sempre um resumo da história, posto a história oficial fornecida pelos produtores pra Wiki (quando aplicável), depois faço minha conclusão estritamente pessoal com base em minha experiência no jogo.

Procuro deixar os termos técnicos de lado pois isso cabe a produtores de jogos, minhas avaliações são nada mais nada menos do que a opinião de um player comum para outros players.

Claro que tenho alguns critérios que sigo, se não seria apenas conversa sem sentido.

Meus critérios são

Mapas: são detalhados? são trabalhados? contem bugs?

Sempre que vou avaliar um mapa tenho em mente se o jogo é de mundo aberto ou linear, pois precisam ser vistos de forma diferente. Um mapa linear tende a ser mais detalhados pois o produtor sabe que o player vai passar por ali então se não tiver detalhes e envolvimento suficiente pra me agradar vai perder pontos. Já um mundo aberto dá pra entender se em alguns lugares tiver elementos repetidos.

Personagem: São memoráveis? suas personalidades são marcantes? são bem trabalhados esteticamente?

Grande parte do sucesso de qualquer franquia, seja filme, serie e jogo vem do personagem principal ser memorável, conquistar fans como um cantor ou um ator de cinema, então não me esforço pra entender o personagem ele tem que me cativar por sí só, afinal eu tenho que virar fan dele então ele tem que trabalhar no jogo para que isso ocorra.
Os personagens coadjuvantes e secundários não podem ficar pra traz pois uma boa história tem que envolver gente interessante.

É obvio que há muitos jogos em que o personagem não importa tanto, como em FPSs, corridas, etc..

Jogabilidade: O jogo é muito técnico? demora quanto tempo para aprender os controles? tenho que dar mais atenção ao jogo ou a forma de joga-lo?

Quando penso em jogabilidade tento ver o propósito para que a dinâmica do jogo foi feita, se o jogo é um RPG, Corrida, Ação, Aventura a jogabilidade tem que ser bem trabalhada ou o jogo perde muito, por exemplo há jogos que vc tem movimentos incríveis mas para fazê-los você vai precisa acertar um combo absurdamente difícil, então muitos player vão passar o jogo inteiro balançando uma espada pra cima e pra baixo em RPGs por exemplo, e matar os inimigos sempre do mesmo jeito pois para fazer uma finalização depende de uma habilidade sobre-humana e uma memória de elefante para decorar combos, finalizações, etc…

Por outro lado se o jogo é feita para habilidades no teclado e no controle como guitar hero por exemplo não posso julgar a jogabilidade com esse critério então é bem relativo.

Gráficos: O jogo está compatível com a qualidade gráfica da época de produção/lançamento?

Jogo: O jogo se desenrola bem como proposto? Conta a história como devia? tem detalhes que cativam os players? inova na categoria?

O jogo em sí avalio conforme o gênero, prestando atenção se importaram em fazer o jogo como foi proposto ou se aproveitaram um nome de sucesso para ganhar uma verba extra.

Se o jogo é de Ação, avalio se tem os elementos bem definido, se passa a emoção proposta.
Se o jogo é de terror tem que assustar, tem que lhe deixar pensando depois de jogar, tem que fazer a mente sair do natural.
Se o jogo é de carro tem que trazer a adrenalina, tem que satisfazer o desejo de posse, tem que impressionar.

E assim por diante, pois cada jogo tem sua própria dinâmica mais tem que trazer o elemento proposto da categoria pois não faze sentido um FPS que vc não saia com o pescoço travado de tenção ou um terror que vc não dê um “pulinho” na cadeira ou mesmo uns bons suspiros.

História: É original? é bem contada? é curta propositalmente ou ficaram sem conteúdo? traz as emoções propostas?

Como sou amante de RPGs pra mim a história sempre é um fator importante, por isso sempre presto muita atenção no que se passa.
Para avaliar a história sempre jogo e leio um pouco sobre o jogo e depois tiro minhas conclusões, se despertou curiosidade, se cativou, se tem conteúdo ou ficaram enchendo de lorotas pra alongar.

Se é original ou não realmente não me importo muito, pois é melhor um clichê bem contato do que um conteúdo novo sem pé e sem cabeça.

E por fim tento sempre dar minha opinião como player final que está jogando e tentando se divertir, e não como um avaliador de concurso de jogos. Para isso tem outros sites aqui no Magister Games, a proposta é ser uma comunidade, quem entende de termos técnicos e gosta de falar sobre isso é muito bem vindo, mas deve respeitar que está falando da sua experiência pessoal no jogo que também deve respeitar quem entende mais e fala melhor.

Be the first to comment!
 
Leave a reply »

 

Leave a Response